Seminarista Diego é admitido entre os Candidatos à Ordem sacra

Na terça-feira, dia 27 de novembro de 2018, às 16h, no Seminário Arquidiocesano de Filosofia e Teologia São Carlos Borromeu, foi celebrada a Santa Missa na qual se admitiu o Seminarista Diego dos Santos Ferraz como Candidato às Ordens Sacras.

A cerimônia foi presidida pelo Arcebispo Dom Julio Endi Akamine SAC e concelebrada por vários sacerdotes, dentre eles: Pe. Manoel César de Camargo Júnior – Vigário Geral e o Reitor do Seminário Pe. William de Almeida. Além dos seminaristas de filosofia, teologia e diáconos permanentes, vários amigos e os pais do seminarista Diego estiveram presentes.

A Admissão – A admissão entre os candidatos às Ordem Sacra é o rito que marca mais uma fase da preparação para o Sacramento da Ordem. Como diz o Pontifical Romano, na introdução para a celebração deste rito, ele acontece “quando se pode verificar que o propósito dos aspirantes, baseado nos dotes necessários, atingiu suficiente amadurecimento”.

O pedido feito pelo seminarista demonstra um profundo caminho de amadurecimento que culmina na firme decisão de se aproximar da consumação de sua vocação, pela via do discernimento e da obediência a Deus. O seminarista Diego encontra-se na conclusão do período de formação básica exigida pela Igreja, e terminado o curso de Teologia com êxito, poderá solicitar ao Arcebispo a ordenação diaconal que o conduzirá ao presbiterado.

Este rito tem a finalidade de se cumprir a exigência de que o candidato manifeste publicamente o seu desejo em receber a Ordem Sacra, bem como a necessidade do Bispo receber, também publicamente este desejo, conforme determina o Motu Proprio Ad pascendum, do Papa Paulo VI.

Convém ressaltar que esta fase do processo formativo não se trata de qualquer antecipação do Sacramento da Ordem, nem sequer pode ser definida como admissão ao estado clerical, pois como afirma o mesmo Papa, num Motu Proprio de 1972, com o qual reformou a disciplina da primeira tonsura e das ordens menores, “a entrada no estado clerical ficará ligada ao Diaconado”.

O Seminarista Diego ao lado de Dom Julio e dos pais Neusa e Ismael.

Homilia – Em sua homilia, Dom Julio falou sobre a maturidade não somente como um sentimento vago e subjetivo. “A maturidade não é mero convencimento pessoal. É a consciência humilde da grandeza e da importância da tarefa, o humilde reconhecimento das próprias limitações, da alegre confiança na graça de Deus e o firme propósito de se formar continuamente”.

Utilizando-se do Evangelho da pesca milagrosa que fala também da vocação de Simão Pedro, Dom Julio dirigiu-se ao Seminarista Diego encorajando-o a estar ainda mais unido a Jesus. “Caro Diego, ao ser admitido entre os candidatos à Ordem Sacra é preciso que você caia na conta que Jesus deseja agir através de você. Por isso é preciso, a partir de agora, estar ainda mais unido a Jesus. Faça você também a experiência de Pedro: a experiência do fracasso e do êxito, da obediência e da confiança na Palavra de Jesus, do cansaço e da fadiga que o apostolado traz consigo e dos frutos abundantes que o Senhor nos dá”.

E finalizou: “Caro Diego, nem sempre teremos sucesso em nossas iniciativas. A aparência de inutilidade da nossa missão continua a ser tão grande quanto á que Pedro experimentou. Ser admitido entre os candidatos à Ordem Sacra significa ser acolhido entre os que se alegram não tanto pelos resultados obtidos, mas muito mais pela força do envio de Jesus”.

Colaboraram nesta matéria Pe. William, Pe. João Paulo, Seminarista Cristiano/ Fotos: Seminarista Lucas.

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Siga nossas Redes Sociais:

CONTATO

Av. Dr. Eugênio Salerno, 100
Vila Santa Terezinha, Sorocaba – SP
CEP: 18035-430
Telefone: (15) 3221-6880