Papa Francisco nomeia Bispo Auxiliar para a Arquidiocese de São Paulo do clero da Diocese de Itapetininga

O Santo Padre nomeou Bispo Auxiliar da Arquidiocese de São Paulo o Rev. José Benedito Cardoso, do clero da Diocese de Itapetininga (Diocese sufragânea da Arquidiocese de Sorocaba), até agora Vigário Geral e Pároco de São Roque em Itapetininga/SP, atribuindo-lhe a sede episcopal titular de Castel Menor.

O Rev. José Benedito Cardoso nasceu em 12 de Setembro de 1961 em Angatuba, diocese de Itapetininga, Estado de São Paulo. Estudou filosofia no Seminário São Carlos Borromeu, em Sorocaba (1981-1982) e teologia no Instituto Teológico de São Paulo (ITESP), em São Paulo (1983-1986). Bacharel em Direito Civil e Licenciado em Direito Canônico pela Faculdade de Direito Canônico de São Paulo.

Em 23 de Novembro de 1986 foi ordenado sacerdote para a Arquidiocese de Sorocaba, onde foi pároco em Bom Jesus em Alambari/SP (1987). Com a criação da Diocese de Itapetininga em 1998, desmembrada por Sorocaba, o Rev. do Cardoso foi incardinado na nova circunscrição, onde ocupou os cargos de Chanceler Diocesano (1998-2010) e de Reitor do Seminário Diocesano (2004-2006). Durante vários anos foi Juiz do Tribunal Eclesiástico Interdiocesano de Sorocaba.

Atualmente é Vigário Geral (desde 2012); Pároco de São Roque em Itapetininga (desde 1988); Membro do Conselho Presbiteral e do Colégio dos Consultores; Presidente do Tribunal Diocesano de Itapetininga.

Saudação da CNBB ao Padre José Benedito Cardoso

Estimado irmão, Padre José Benedito Cardoso,

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) se alegra com a notícia da feliz decisão do Papa Francisco, nomeando-o Bispo Auxiliar da Arquidiocese de São Paulo (SP).

Queremos unir-nos ao Cardeal Odilo Pedro Scherer e à Arquidiocese de São Paulo, para manifestar nossa gratidão pelo seu “sim” ao ministério episcopal.

O Papa Francisco, em sua exortação apostólica Evangelii Gaudium, insiste numa Igreja em Saída e na necessidade de que “o pastor tenha cheiro das ovelhas”, motivado pelo exemplo de Jesus, o Bom Pastor, comprometendo-se em estar próximo do povo concreto que Deus, através da Igreja, lhe confia. “Ninguém fica excluído do seu coração, da sua oração e do seu sorriso. Com olhar amoroso e coração de pai acolhe, inclui e, quando tem que corrigir, é sempre para aproximar; não despreza ninguém, estando pronto a sujar as mãos por todos. […] Com paciência, escuta os problemas e acompanha os passos das pessoas, concedendo o perdão divino com generosa compaixão. Não ralha com quem deixa ou perde a estrada, mas está sempre pronto a reintegrar e a compor as contendas. É um homem que sabe incluir” (Papa Francisco, solenidade do Sagrado Coração de Jesus, 2016).

Pe. José Benedito, sinta-se acolhido como novo membro da nossa Conferência Episcopal, que lhe deseja um fecundo ministério, sob a proteção da Mãe de Jesus e nossa.

Em Cristo,

Brasília-DF, 22 de janeiro de 2019

Dom Leonardo Ulrich Steiner
Bispo Auxiliar de Brasília
Secretário-geral da CNBB

Por: Vatican News. Foto: Diocese de Itapetininga.