O Natal

O ícone mais antigo  do Natal ,  a presença de São José é um tanto enigmática (fig. 8 e fig. 9). Ele não aparece junto com o menino Jesus e a Virgem na gruta, mas isolado num cantinho inferior do ícone conversando com um velho arqueado sobre um bastão e vestido de peles. Embora a interpretação mais recorrente, que é defendida até mesmo por teólogos de renome com Leonid Uspenky, afirme se tratar do demônio tentando José ao por em dúvida a gravidez virginal de Maria. Mas o que tudo indica isso é uma releitura posterior, o significado é bem mais simples: São José está isolado para deixar claro que Jesus é Filho de Deus e ele é somente pai adotivo, e quem conversa com ele é o terceiro pastor. Nesses ícones é comum haver três pastores, um jovem um adulto e um velho. O conteúdo da conversa é desconhecido, mas a fisionomia demostra se tratar de algo triste, provavelmente é a Paixão na Cruz, o destino do recém-nascido.

 

Compatinhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp