O casamento de Nossa Senhora

O ícone conhecido como casamento de Nossa Senhora tem como fonte o evangelho apócrifo Pseudo-Mateus. Essa cena foi popularizada pela obra hagiográfica do século XIV, chamada Legenda Dourada. Em resumo diz que quando Maria tinha 14 anos e vivia no Templo, o Sumo Sacerdote reuniu todos os descendentes de Davi em idade de se casar, incluindo São José (embora ele fosse muito mais velho do que os outros). O Sumo Sacerdote ordenou que cada um trouxesse uma vara no templo a espera de algum sinal para selecionar o esposo de acordo com a vontade de Deus. Depois que o Espírito Santo desceu como uma pomba e fez a vara de José florescer, ele foi escolhido e casou-se com Maria de acordo com o costume judaico.  Esse tipo de ícone teve sua origem no ocidente e o mais famoso é a pintura de Rafael Sânzio (fig.6),  embora não seja realmente em estilo bizantino e sim renascentista veja que dramaticidade o pintor conseguiu: um dos pretendentes decepcionado com a derrota quebra o ramo.

 

Compatinhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp