Missa de Nossa Senhora da Ponte e Divulgação do Centenário da Arquidiocese de Sorocaba

Festa de Nossa Senhora da Ponte marca o lançamento do centenário da Arquidiocese de Sorocaba

Durante as festividades à Nossa Senhora da Ponte, celebrada na Catedral Metropolitana às 17h do dia 15 de agosto, aconteceu o lançamento do centenário da Arquidiocese de Sorocaba. Nesta missa também se comemorou o aniversário da cidade que completa 366 anos.

O vigário-geral arquidiocesano Padre Manoel Júnior fez os comentários iniciais, dizendo: “Nesta solene liturgia da Assunção de Nossa Senhora damos graças a Deus pela glória de Maria elevada junto a seu filho Jesus. À exemplo dela seremos felizes ao acolhermos em nossa vida as palavras de Jesus.  É um momento importante para a Igreja de Sorocaba que inicia as atividades de seu centenário, a partir da posse de Dom Aguirre em 1924 como seu primeiro bispo diocesano”. Também se iniciou hoje a contagem regressiva no site institucional para 4 de julho de 2024, data do centenário.

Para marcar o lançamento houve a procissão dos símbolos: a logomarca do centenário foi levada pelo jornalista José Benedito, o círio de número 1 com a logomarca foi levado por Dom Inácio (Mosteiro São Bento) e por Irmã Úrsula do Colégio Santa Escolástica; o cálice e mãos sacerdotais, que como parte da logomarca simbolizam o momento sagrado da consagração pelas mãos do sacerdote – o cálice usado por Dom José Carlos de Aguirre foi levado pelo Padre João Carlos Alampe e Padre Diego Ferraz; as alianças, que no sentido bíblico se referem ao pacto entre Deus e os homens e que simboliza também a união matrimonial, na logomarca representam o numeral 100, levadas pelo casal Odila e Pedro (coordenadores arquidiocesanos da Pastoral Familiar).

Sinal de consolação e segura esperança

Dom Julio iniciou a homilia citando a oração do prefácio desta solenidade: “Hoje a Virgem Maria Mãe de Cristo e nosso Senhor, é exaltada na glória dos céus, nela, primícias e imagem da Igreja, revelastes a realização do mistério da salvação e fizestes resplandecer para teu povo peregrino sobre a Terra um sinal de consolação e segura esperança”.

“Deus faz resplandecer diante de nossos olhos um sinal de esperança, para nós que caminhamos. Nós vemos realizado em Maria aquilo que nós esperamos, aquilo que Deus deseja para nós. A Assunção de Maria nos indica o fim da nossa existência, da história da humanidade – através da Assunção, Maria foi a primeira a ser redimida por Jesus Cristo, a salvação consiste na glorificação de todo nosso ser e nossa carne”, disse o arcebispo.

“Iniciamos hoje a nossa caminhada rumo ao centenário e queremos reconhecer o que Deus faz através da Igreja, neste caso da Igreja Particular de Sorocaba, algo muito concreto e próximo a nós. É missão da Igreja de Sorocaba levar Jesus às pessoas, de colaborar na Salvação, assim como fez Nossa Senhora”, ressaltou Dom Julio.

Ao final, o pároco da Catedral padre Tadeu Rocha Moraes, deu as orientações necessárias para a retomada das atividades na Catedral Metropolitana e as missas presenciais, reforçando a higienização das mãos, evitar tocar as imagens e pediu, especialmente, a entrada pelas portas onde foram instalados tapetes sanitizantes.

Antes do encerramento com a benção final, Dom Julio fez a oração em preparação ao Centenário.

A celebração contou com a presença de padres e seminaristas, além de autoridades municipais.

Fotos: Cícero Souza (Pascom Arquidiocese)  @cicero.souzaa

Matéria: Juliana Cuani (Pascom Arquidiocese) @jucuani

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Siga nossas Redes Sociais:

CONTATO

Av. Dr. Eugênio Salerno, 100
Vila Santa Terezinha, Sorocaba – SP
CEP: 18035-430
Telefone: (15) 3221-6880