Mês vocacional: São Lourenço, padroeiro dos diáconos

A festa de São Lourenço é celebrada em 10 de agosto. Na arte litúrgica da Igreja São Lourenço é representado como um diácono em uma grelha com a Bíblia na mão.

Lourenço era um dos diáconos que ajudavam o Papa Sisto II que foi decapitado em 258. Em 257, os cristãos começaram a ser perseguidos e mortos por ordem do imperador Valeriano I.

Depois da morte do Papa, o imperador exigiu que a Igreja lhe entregasse os seus bens dentro de 3 dias. Vencido o prazo, São Lourenço apresentou os pobres que eram acudidos pela Igreja e disse ao imperador: “Estes são o tesouro mais precioso da Igreja de Cristo”.

Valeriano, cheio de raiva, mandou matá-lo lentamente. Colocaram então o santo em um braseiro ardente. Depois de estar queimando por um tempo, o mártir pediu que lhe virassem do outro lado, para ficar completamente queimado.

Uma multidão acompanhava o martírio de São Lourenço. No meio do povo, um grande número de pessoas se converteram a Jesus Cristo ao verem o testemunho do jovem São Lourenço.

Os primeiros diáconos

São Lourenço está entre os diáconos do início da Igreja de Roma. Eles eram considerados os guardiões dos bens da Igreja e dispensadores de ajuda aos pobres.

No capítulo 6, em Atos dos Apóstolos, já se fala dos novos ministérios.

Então os Doze convocaram uma assembleia geral dos discípulos, e disseram: ‘Não está certo que nós deixemos a pregação da Palavra de Deus para servir às mesas’ Irmãos, é melhor que escolham entre vocês sete homens de boa fama, repletos do Espírito e de sabedoria, e nós os encarregaremos dessa tarefa. A proposta agradou a toda assembleia. Então escolheram Estêvão, homem cheio de fé e do Espírito Santo; e também Filipe, Prócoro, Nicanor, Timon, Pármenas e Nicolau de Antioquia, um pagão que seguia a religião dos judeus” (At 6, 2-3, 5-6).

Com informações de ACI Digital e Cruz Terra Santa.

 

Leia mais:

> > Agosto: mês vocacional

> > São João Maria Vianney, Padroeiro dos sacerdotes

> > A vocação de ser pai