Diácono João Paulo é ordenado presbítero

A Catedral Metropolitana Nossa Senhora da Ponte acolheu mais uma ordenação presbiteral: no dia 1º de julho de 2018, o diácono João Paulo Cardoso recebeu pela imposição das mãos de Dom Julio Endi Akamine SAC o segundo grau do Sacramento da Ordem, tornando-se presbítero. A data também marca a celebração da solenidade de São Pedro e São Paulo Apóstolos com a mudança para a liturgia de domingo. Como lema para a ordenação presbiteral, João Paulo escolheu: “Levanta-te depressa. Cinge-te e calça tuas sandálias (At 12, 7-8)”.

O agora neo sacerdote é filho de Antonio Miranda Cardoso e Maria Inês Cardoso, nascido em 19 de março de 1983 na cidade de Congonhinhas, no Paraná. Até o dia da ordenação exercia o ministério diaconal na paróquia Nossa Senhora das Dores em Araçoiaba da Serra com padre Carlos Alexandre. Após a ordenação ele foi provisionado vigário paroquial na paróquia São João Batista em Salto de Pirapora, ao lado do padre José Edmilson.

‘Mudança de vida’

Dom Julio destacou em sua homilia que a ordenação presbiteral é muito significativa para a Igreja. “Esta data tem um significado especial para o próprio João Paulo, pois ela marca uma mudança na vida dele, mudança realizada pelo próprio Deus. De fato o presbiterado é um dom de Deus. É especial também para os pais, sr. Antonio e sra. Maria Inês a quem eu saúdo. Para o presbitério de Sorocaba é um momento de avaliar o exercício do nosso Ministério, procuramos ver nesse momento oportuno como temos vivido ao longo desses anos. Hoje também celebramos o martírio de dois apóstolos, Pedro e Paulo, ocasião para tomarmos consciência da apostolicidade da Igreja, pois professamos crer na Igreja Una, Santa, Católica, Apostólica – as quatro características da Igreja de Jesus Cristo”.

Dirigindo-se ao candidato ao presbiterado, Dom Julio disse: “A nossa identidade consiste em receber o Dom de Deus, por isso ao receber os paramentos litúrgicos lembre-se disso, não é só para ‘ficar bonito’. O padre leva Cristo, sendo Cristo, e nunca deve ter a pretensão de substituir a Cristo. Deve ser portador do Evangelho tornando-O presente na sua pessoa. Caro João Paulo, rezamos por você. O que eu, os padres e diáconos, os fiéis esperam de você? Nada mais, nada menos, que seja Cristo. Procure sempre mais ser Cristo, se identificar com Ele e ter Seus mesmos sentimentos”.

Seguindo o rito de ordenação foi feito o propósito do eleito e a Ladainha de Todos os Santos quando o eleito ao sacerdócio se prostra com o rosto em terra ‘simbolizando a morte para este mundo e a ressurreição em Cristo para uma nova vida’. Na sequência, aconteceram a imposição das mãos do arcebispo e a oração consecratória, a entrega das Vestes Sagradas – a estola e a casula foram levadas ao altar pelos pais e os padres José Antônio e Carlos Alexandre auxiliaram na vestição. A unção das palmas das mãos com o óleo do Crisma, depois cingidas com um lenço, concluem o rito com a primeira benção sacerdotal dada aos pais. A acolhida ao presbitério foi feita com o abraço do arcebispo seguido pelos demais sacerdotes e a manifestação da Assembleia também acolhendo o Neo Sacerdote.

Palavras do Neo Sacerdote

Em seu agradecimento, o neo sacerdote disse da dificuldade de transformar sentimentos em palavras. “Apesar de árdua é uma tarefa imprescindível, pois é a forma de agradecer e manifestar o valor daqueles que contribuíram para que este dia se tornasse realidade. Agradeço ao Senhor, o Altíssimo, Ele, o Amor em pessoa, que em sua infinita misericórdia me chamou e enviou em missão. Somente a sua graça me proporciona forças para continuar a caminhar. Agradeço a Dom Julio nosso pastor, aos formadores nas pessoas dos padres José Antônio e William. Agradeço a todos os padres seja pelo exemplo ou pela presença em minha caminhada, e também aos diáconos pelo tempo que tivemos juntos. Agradeço ao povo de Deus das paróquias Nossa Senhora da Piedade – Éden e Nossa Senhora das Dores, e aos companheiros da Comissão de Liturgia. Peço pelo povo da paróquia São João Batista onde começarei meu ministério, que juntos possamos caminhar na graça de Deus. Lembro das Irmãs Beneditinas aqui presentes, e por fim agradeço aos meus familiares que jamais renegaram a fé, e ainda aos corais que abrilhantaram esta celebração. Enfim, obrigado!”.

Breve biografia

Durante a Santa Missa celebrada no Seminário São Carlos Borromeu, em Aparecidinha, o então seminarista João Paulo recebeu os Primeiros Ministérios de leitorado e acolitado conferidos no dia 4 de novembro de 2016 por Dom Eduardo Benes de Sales Rodrigues. A admissão ao estado clerical também aconteceu em Missa celebrada na Capela do Seminário, no dia 24 de outubro de 2017.

Já a Ordenação Diaconal foi em 16 de dezembro de 2017, quando Dom Julio Endi Akamine SAC impôs as mãos e o ordenou diácono transitório, em celebração eucarística participada por centenas de fiéis na Igreja Matriz de Araçoiaba da Serra, familiares e diversos presbíteros e diáconos. Ao final, Pe. Carlos Alexandre leu a provisão com a qual Dom Julio nomeava o diácono João Paulo para exercer o ministério diaconal na Paróquia Nossa Senhora das Dores, onde ele permanecia até então.

Veja a galeria de imagens aqui. 

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Siga nossas Redes Sociais:

CONTATO

Av. Dr. Eugênio Salerno, 100
Vila Santa Terezinha, Sorocaba – SP
CEP: 18035-430
Telefone: (15) 3221-6880