Dia dos Pais

Ele nunca falha. É o nosso amigo de verdade. Mesmo quando erramos ou nos distanciamos, ele procura estar por perto para nos ouvir e cuidar da gente.

Muitos deles são mãe e pai ao mesmo tempo: cuidam da casa, da cozinha, trocam fraldas, lavam e passam; dão o melhor de si para ver tudo em seus devidos lugares!

Ele ajuda, é companheiro de verdade, é protagonista da sua missão para o resto da vida.

Ser PAI é assim mesmo. É vocação, doação, persistência, capacidade de decisão, razão. Mas também é emoção e sensibilidade!

Ser PAI é ter responsabilidade, assumir o compromisso e não abandonar jamais a jornada.

Ser PAI é ter a capacidade de se esvaziar totalmente em prol da família; é ser presença, mesmo que não fisicamente perto.

Ser PAI é um pouco da presença de Deus em nossas vidas. Corrige quando é necessário, protege quando precisamos, perdoa quando não correspondemos aos seus ensinamentos. Está sempre disposto a recomeçar.

Neste dia tão especial, queremos pedir por todos aqueles que souberam na vida abraçar a vocação de PAI! Rezemos também por todos os filhos, para que nunca deixem de amar e de valorizar seus PAIS. Mesmo diante da dor da ausência e da indiferença, ele continua sendo PAI, o único de nossa vida.

Que Deus, nosso PAI DO CÉU, abençoe todos os PAIS da terra! Recompense e acolha na eternidade os pais já falecidos. E aos que ainda estão conosco, que vivam felizes com saúde, paz e cobertos de carinho e de atenção de sua família.

Aos pais adotivos, pais amigos, pais presentes, pais ausentes, pais singelos e simples, aos mais sofisticados, aos pais jovens e aos mais idosos, às mães que também são ‘pais’ àqueles que nos ensinam as verdades sobre Deus, àqueles que nos ensinam os valores e nos orientam sobre o caminho a seguir, o nosso reconhecimento e a nossa oração de agradecimento a Deus.

Texto: Thiago Cato

Arte: Stephany Strombeck