Comunicado – Violação Igreja

Reverendíssimo Pároco, Pe. Luiz Carlos Cruz

Caríssimos fiéis de S. Geraldo Majella – Comunidade Nossa Senhora de Fátima

Sorocaba, 30 de junho de 2020

Tendo chegado ao conhecimento da lamentável profanação do sacrário da Comunidade Nossa Senhora de Fátima – Paróquia S. Geraldo Majella, no dia 26 de junho, uno-me à dor que essa grave ofensa aos sagrados mistérios provoca nos seus paroquianos e em todos os fiéis de nossa Arquidiocese.

Infelizmente a Comunidade Nossa Senhora de Fátima sofreu ações gravemente injuriosas à sacralidade do lugar e contrárias à santidade das celebrações nela realizadas. Por isso, não se pode voltar a celebrar os sacramentos ou rito litúrgico algum nela até que não seja reparada a injúria por meio de um rito penitencial. Para tanto, o pároco, Pe. Luiz Carlos Cruz, está tomando as devidas providências.

Exorto a todos os fiéis da nossa Arquidiocese a tomarem parte no rito de reparação através da oração e da penitência pessoal. Não é somente a comunidade local, mas toda a nossa Arquidiocese que sofre com a violação de igreja, por isso todos nós nos associamos ao rito penitencial.

Além de suplicar ao Senhor o perdão de todos nós pecadores, rezemos pelos autores deste grave delito. O pedido de perdão de nossos pecados, a intercessão pela conversão dos que praticaram este crime e o empenho sincero na própria conversão alcançarão de Deus a graça de ver restituída ao templo violado a sua dignidade bem como a de um crescimento na santidade de nossa Igreja Particular.

Com minhas orações e sofrimentos,

Arcebispo de Sorocaba