Comentário ao Evangelho – Terça-feira 19/01/2021

Terça-feira da 2ª Semana do TC

Mc 2, 23-28

Clique para ouvir o Evangelho e seu comentário:

Para defender os seus discípulos contra as acusações dos fariseus Jesus afirma: “o sábado foi feito para o homem, e não o homem para o sábado”. O Evangelho é contra toda forma de rigidez cega, contra todo tipo de fanatismo. O cristianismo é muito exigente, requer sempre sacrifícios pessoais e grandes renúncias, mas tudo isso é feito à luz da misericórdia de Deus. São Paulo afirma, com outras palavras, a mesma verdade: “se desse meu corpo às chamas, mas não tivesse a caridade, isso de nada me adiantaria”.

A partir de Jesus, o sábado chega à sua plena realização no domingo. O descanso sabático é um símbolo e uma figura do que Jesus realizou na sua morte e ressurreição. O descanso prescrito pela lei é uma profecia do descanso verdadeiro que só podemos encontrar em Deus. Na verdade, o descanso é estar em Deus. Descansando, caímos na conta de que só alcançaremos o verdadeiro descanso se ele vir até nós. Jesus é o Senhor do sábado no sentido de que é Ele quem cumpre pessoalmente a profecia e a figura do sábado.

O homem e a mulher foram criados não tanto para os dias da semana: as preocupações e as fadigas, a construção e a desconstrução dos dias feriais. O homem e a mulher foram criados para o descanso, para o repouso. Deus mesmo vem ao nosso encontro em Jesus para nos oferecer o descanso: Vinde a mim… e encontrareis descanso.

 

Por Dom Julio Endi Akamine SAC

Veja mais em: Biografia / Agenda do Arcebispo / Palavra do Pastor / Youtube / Redes Sociais