Comentário ao Evangelho – Terça-feira 04/08/2020

Terça-feira da 18ª Semana do TC

Mt 15, 1-2.10-14

Clique para ouvir o Evangelho e seu comentário:

Como podemos distinguir a verdadeira da falsa tradição? A verdadeira tradição é aquela que ajuda na prática da fé e nos une à vida de Cristo. A verdadeira tradição nunca nos desvia da fé; não assume o seu lugar.

No Evangelho de hoje, Jesus converte o interrogatório em um ensinamento desafiador. “Não é o que entra pela boca que torna impuro, mas o que sai da boca, isso é que torna o homem impuro”. Segundo uma tradição esclerosada, os alimentos, os animais e as pessoas se dividem entre puros e impuros. A pureza e a impureza não se resumem a uma classificação. A natureza, os alimentos e as pessoas não se dividem em dois compartimentos estanques. Assim a pureza não deve ser procurada em uma lista elaborada pelo homem. A pureza é de ordem moral: é no coração (na consciência) que a ações do homem adquirem a sua qualificação ética. Não são as coisas em si que são puras ou impuras, o seu uso o seu abuso que são puros ou impuros.

 

Por Dom Julio Endi Akamine SAC

Veja mais em: Biografia / Agenda do Arcebispo / Palavra do Pastor / Youtube / Redes Sociais