Comentário ao Evangelho – Sexta-feira da 9a semana – 09.06.2023

Sexta-feira da 9a semana

Tb 11,5-17

Clique para ouvir o Evangelho e seu comentário:

A mensagem central é expressa no louvor de Tobit: “Bendito é Deus, bendito o seu grande Nome, e benditos todos os seus santos anjos por todos os séculos, pois ele me tinha castigado, mas agora estou vendo de novo Tobias, meu filho”. Estas palavras resumem a mensagem do livro de Tobias que pode ser assim expresso: o justo pode se submetido a grandes provações, mas, se se mantiver fiel, Deus o cumulará de bens e de bênçãos.

De fato, Tobit sofreu a prova do exílio: foi deportado da sua tribo de Neftali para a longínqua Nínive. Nessa cidade ele conseguiu ganhar a confiança do rei e recebeu a administração dos seus bens, mas, devido ao seu comportamento religioso e caridoso, perdeu a amizade do rei, lhe foram confiscados os bens e foi perseguido para ser morto. Mais uma vez ele foi livrado da injustiça e mais uma vez foi provado: ficou cego e caiu outra vez na miséria.

Apesar de todas essas contrariedades, Tobit manteve sempre um comportamento exemplar: acorria frequentemente ao templo de Jerusalém, entregava os dízimos, dava sepultura digna aos mortos e estava sempre atento às necessidades dos pobres.

Ao mesmo tempo em que todas essas tribulações se abatiam sobre Tobit, em Ecbátana acontecia algo semelhante, embora por outros modos, com a fiel e piedosa Sara, filha de Raguel. Ela tinha se casado já sete vezes, e os sete maridos tinham morrido na própria noite de casamento.

Para ajudá-los nas provações, a providência divina, na pessoa do filho Tobias, vai dar remédio a todos os males. Primeiramente, Tobias, que é guiado pelo Arcanjo Rafael, devolve a salvação e a paz a Sara e depois restitui a saúde ao seu pai.

A visita da Providência divina aos dois atribulados constitui o tema central de todo o livro.

Na leitura de hoje, é descrita a cura da cegueira. A cura não tem nada de magia. Ela é realizada por meio do fel do peixe, conta com a presença do Arcanjo, é acompanhada das palavras do filho que exorta à confiança em Deus e, sobretudo, a ação de graças do próprio Tobit que reconhece que sua cura foi operada por Deus. Bem explicou Sab 16,12: “não foi erva nem pomada que os curou, mas a tua palavra, Senhor, que tudo cura!

Por Dom Julio Endi Akamine SAC

Veja mais em: Biografia / Agenda do Arcebispo / Palavra do Pastor / Youtube / Redes Sociais

Compartilhe: