Comentário ao Evangelho – Sexta-feira 24a semana TC – 22.09.2023

Sexta-feira 24a semana TC

1Tm 6,2-12

Clique para ouvir o Evangelho e seu comentário:

Na Igreja há ministros que se dedicam em tempo integral ao trabalho evangelizador. Por isso, desde a época de Paulo, tais ministros eram sustentados pela Igreja. O fato de o ministro sagrado receber uma remuneração justa para o seu digno sustento pode ser, no entanto, deturpado em sua finalidade. Paulo denuncia que alguns desses ministros fizeram da religião um negócio rentável, ou seja, transformaram a dedicação integral ao trabalho evangelizador em uma profissão voltada de maneira egoísta aos próprios interesses.

O ministro da Igreja que se dedica integralmente ao apostolado tem o direito de ser sustentado pela Igreja, desde que não caia na cobiça. O digno sustento é, portanto, diferente da avareza e o desejo arrecadatório.

Por fim, Timóteo é exortado por Paulo a se manter fiel às promessas que ele fez solenemente no ato de sua consagração como bispo. Ser fiel às promessas feitas é a condição a partir da qual a proclamação do Evangelho é digna de crédito por parte de quem o recebe.

Por Dom Julio Endi Akamine SAC

Veja mais em: Biografia / Agenda do Arcebispo / Palavra do Pastor / Youtube / Redes Sociais

Compartilhe: