Comentário ao Evangelho – Sexta-Feira 24/04/2020

2ª Semana da Páscoa – ANO A

Jo 6, 1-15

Clique para ouvir o Evangelho e seu comentário:

A multiplicação dos pães deve ser lida à luz da ressurreição de Cristo. É verdade que Cristo multiplicou os pães antes de morrer e ressuscitar. Mas a multiplicação dos pães é um sinal que revela algo que não se limita à própria multiplicação.

Lemos a narrativa da multiplicação dos pães no tempo da páscoa, porque quem dá o pão vivo, o pão do céu, o pão que dá a vida eterna é o Jesus ressuscitado. Ou melhor. O pão vivo é o próprio Jesus. Uma vez ressuscitado, Jesus pode se dar a nós em todo o tempo e lugar. Pode se dar totalmente a nós.

São João escreve que “Estava próxima a Páscoa, a festa dos judeus”. Esse detalhe não é banal. A multiplicação dos pães só pode ser entendida em sua profundidade somente em conexão com a páscoa de Cristo, com a sua crucifixão e com a sua ressurreição.

João conclui o relato dizendo que “Jesus, quando notou que estavam querendo levá-lo para proclamá-lo rei, retirou-se de novo, sozinho, para o monte”.

Jesus não aceita satisfazer os sonhos de felicidade e de grandeza política do povo: um rei que resolve os problemas econômicos com tanta facilidade será um rei que trará a prosperidade material. Jesus não quer limitar sua missão a resolver problemas políticos e econômicos. Ele não quer ser um rei desse tipo. Ele deseja ser o verdadeiro pastor de todas as pessoas. E Jesus não aceitou os interesses políticos das pessoas, ele foi crucificado e morto.

Por isso a multiplicação dos pães é uma figura da obra que Jesus realizará na sua paixão e ressurreição. A pergunta de Jesus para André tem a sua resposta na páscoa de Jesus.

Ele perguntou a André: “Onde vamos comprar pão para que eles possam comer?”. Na cruz, Jesus dá o seu corpo e o seu sangue para nós. Ele sacia a nossa fome com Ele mesmo. Ele é o pão que nos alimenta para a vida eterna. Na Ressurreição, a doação da cruz se eterniza e se torna sempre atual. Ele continua se doando a nós na cruz por causa da ressurreição!

Agradeçamos a Jesus por Ele ser o nosso alimento através do sacrifício da cruz e acolhamos esse dom. Para receber o dom de Jesus mesmo, dado a nós na cruz, devemos ter fé. A fé a condição para entrar na comunhão com Jesus, é a condição para entrar na comunhão com todos os que recebem o mesmo pão da vida.

Por Dom Julio Endi Akamine SAC

 

Veja mais em: Biografia / Agenda do Arcebispo / Palavra do Pastor / Youtube / Redes Sociais

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Siga nossas Redes Sociais:

CONTATO

Av. Dr. Eugênio Salerno, 100
Vila Santa Terezinha, Sorocaba – SP
CEP: 18035-430
Telefone: (15) 3221-6880