Comentário ao Evangelho – Segunda-Feira 01/06/2020

Segunda-feira: Bem-aventurada Virgem Maria Mãe da Igreja

Jo 19, 25-34

Clique para ouvir o Evangelho e seu comentário:

Hoje, celebramos a memória de Maria, Mãe da Igreja, introduzida no calendário universal da Igreja recentemente pelo Papa Francisco para ser realizada na segunda-feira depois de Pentecostes. Comemoramos o dom, feito por Jesus do alto da cruz, de sua mãe para ser a nossa, e o papel de Maria em oração com os apóstolos no cenáculo, aguardando e implorando o dom do Espírito Santo prometido por seu Filho.

A partir da encarnação e da maternidade divina, Maria estará sempre presente, junto ao filho Jesus. A sua presença discreta perpassa toda a vida de Jesus, até o momento de sua consumação, como ouvimos no Evangelho de hoje. Maria está lá, junto a Cruz de Jesus. O papel de Maria na encarnação de Jesus não é menos eminente e solene do que no momento da consumação da vida de Nosso Senhor.

Junto a cruz de Jesus, Maria vê sua maternidade ser alargada e estendida a toda nova humanidade que nasce do Novo Adão. A promessa de Deus fez dela a mãe do Messias na encarnação, e agora o próprio Messias faz dela mãe do novo povo que ele resgatou com seu sacrifício na cruz. Maria se torna a Nova Eva pelo dom sacrifical do Novo Adão. E, como aconteceu com a vida pública de Jesus, Maria está sempre presente na vida do novo povo, a Igreja. Maria está no cenáculo, junto a primeira comunidade em Jerusalém, animando a oração e perseverando com ela em oração. Maria está aqui, junto a nossa comunidade, corpo de Cristo, perseverando também com ela em oração e dispondo-nos as graças de seu amado Filho.

Por Dom Julio Endi Akamine SAC

Veja mais em: Biografia / Agenda do Arcebispo / Palavra do Pastor / Youtube / Redes Sociais

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Siga nossas Redes Sociais:

CONTATO

Av. Dr. Eugênio Salerno, 100
Vila Santa Terezinha, Sorocaba – SP
CEP: 18035-430
Telefone: (15) 3221-6880