Comentário ao Evangelho – Sábado 20/02/2021

Sábado depois de cinzas

Lc 5, 27-32

Clique para ouvir o Evangelho e seu comentário:

Os que são sadios não precisam de médico, mas sim os que estão doentes. Eu não vim chamar os justos, mas sim os pecadores para a conversão.

Se queremos que Jesus venha para nós, devemos nesta quaresma aprender a nos reconhecer pecadores. Se desejamos que Jesus nos ajude e nos cure é preciso que reconheçamos a nossa doença e que temos necessidade do divino médico. Essa atitude de humildade não é fácil para nós, e precisamos da graça de Deus. Mesmo que não tenhamos pecados graves, é preciso reconhecer que somos tão dependentes da graça de Deus quanto outros mais pecadores do que nós. Se não somos grandes pecadores, não é necessário fingir, mas isso não significa que não devamos reconhecer com humildade que não ter grandes pecados é também resultado da graça que nos preserva.

Mais ainda. Nesta quaresma somos convidados a carrega o fardo dos pecados dos outros, assim como fez Jesus. Jesus quis tomar sobre si o pecado da humanidade. Ele poderia ter se distanciado dos pecadores; Ele não precisava fazer penitência pelos pecados; Ele não precisava sofrer pelas consequências dos pecados. Mesmo assim Ele quis voluntariamente tomar sobre si o pecado do mundo, quis fazer penitências pelos pecados dos outros; aceitou sofrer as consequências dos pecados dos outros.

Nós fazemos penitência na quaresma porque queremos nos unir a Jesus em seu sofrimento redentor. Em vez de dizer: “eu não sou grande pecador, por isso não preciso fazer penitência!”, procuro me engajar humildemente com a penitência do Senhor para vencer o pecado em mim e nos outros.

 

Por Dom Julio Endi Akamine SAC

Veja mais em: Biografia / Agenda do Arcebispo / Palavra do Pastor / Youtube / Redes Sociais