Comentário ao Evangelho – Sábado 17/09/2022

Sábado 24a semana TC

1Cor 15,35-37.42-49

Clique para ouvir o Evangelho e seu comentário:

Como será a ressurreição? Paulo imagina a ressurreição servindo-se do mundo vegetal. Não se trata de uma descrição baseada na botânica científica, é claro. Trata-se do olhar contemplativo que vê o grão de trigo como que morrer ao ser enterrado na terra e ressurgir depois transformado em planta com espigas cheias de grãos. É preciso observar que há diversidade de corpos: um é o corpo do ser humano, outro dos animas, outro das aves, e outro dos peixes.

É o que, de certo modo, acontece na ressurreição: a cada germe “morto” no ventre da terra corresponde uma determinada existência além da “morte”.

Assim o corpo ressuscitado será o mesmo que o corpo mortal, mas não será igual: de corruptível, se converterá em incorruptível; de miserável, se tornará glorioso; de fraco, se transformará em robusto. Numa palavra: semeia-se um corpo natural e ressuscitará um corpo sobrenatural.

Com todas essas imagens e descrições, Paulo deseja ensinar que a ressurreição não será uma ruptura, mas uma elevação e uma purificação da nossa história pessoal e comum. A ressurreição não deve ser imaginada como um novo começo, mas como uma plenificação: Deus não deixa se perder nada de nós porque Ele nos ama. E ao mesmo tempo, na ressurreição, nos eleva a uma vida nova.

 

Por Dom Julio Endi Akamine SAC

Veja mais em: Biografia / Agenda do Arcebispo / Palavra do Pastor / Youtube / Redes Sociais

 

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Siga nossas Redes Sociais:

CONTATO

Av. Dr. Eugênio Salerno, 100
Vila Santa Terezinha, Sorocaba – SP
CEP: 18035-430
Telefone: (15) 3221-6880