Comentário ao Evangelho – Quinta-feira 08/10/2020

Quinta-feira da 27ª semana TC

Lc 11, 5-13

Clique para ouvir o Evangelho e seu comentário:

A parábola do amigo importuno e impertinente nos apresenta o comportamento fundamental que deve sustentar a oração cristã: a perseverança. A parábola insiste sobre a impertinência para nos exortar à perseverança! Jesus deseja que nos aproximemos do Pai para apresentarmos nossas necessidades cotidianas. Na verdade, o Pai não precisa ser informado sobre as nossas necessidades, que Ele não pode desconhecer. Precisamos, porém, pedir com perseverança porque tal atitude cria em nós uma crescente abertura que nos possibilita fazer a experiência do amor do Pai e de encontro pessoal com Jesus. Assim a oração de petição nos ajuda a estreitar com o Senhor uma relação pessoal de confiança e de intimidade filial.

A oração nos alcança o dom mais precioso, mas para cair na conta desse dom mais precioso é preciso rezar sempre. E o dom mais precioso não são as graças, mas ou autor da graça, o próprio Deus. Essa é a experiência de Jesus que ora: o maior dom é o próprio Pai: estar com Ele, escutá-lo, obedecê-lo, fazer o que é de seu agrado constitui a suprema e única felicidade do Filho. É nessa relação filial que Jesus deseja nos introduzir. É por isso que Jesus fala do Pai que sabe dar coisas boas ao filho querido.

O dom mais precioso que podemos receber é o Pai. O dom mais precioso que o Pai nos quer dar é o Espírito Santo! O que é mais precioso? O Pai que recebemos, ou o Espírito que o Pai nos quer dar? Nisso está o mistério da comunicação de Deus a nós. O Pai nos entregou o Filho. O Filho se entrega a nós e nos introduz na sua relação com o Pai. O Pai, que já nos deu o Filho, nos entrega o Espírito Santo. Para que possamos nos entregar ao Pai como o Filho, recebemos o Espírito do Filho, que é o Espírito do Pai. Maravilhosa comunicação de Deus mesmo! Maravilhosa comunicação de Deus a nós! Maravilhosa comunicação de nós mesmos a Deus!

Nesse sentido, o missionário é aquele que recebeu o precioso dom do encontro pessoal com Jesus e que deseja partilhar com os outros a amizade pessoal que brota desse encontro. É a partir do encontro pessoal com Deus que nasce a missão e o desejo de partilhar com os outros a felicidade da amizade com Deus. Missão não é marketing. Missão é o transbordamento natural de um encontro pessoal para outras pessoas; é a alegria do Evangelho que se difunde irresistivelmente aos outros.

Por Dom Julio Endi Akamine SAC

Veja mais em: Biografia / Agenda do Arcebispo / Palavra do Pastor / Youtube / Redes Sociais

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Siga nossas Redes Sociais:

CONTATO

Av. Dr. Eugênio Salerno, 100
Vila Santa Terezinha, Sorocaba – SP
CEP: 18035-430
Telefone: (15) 3221-6880