Comentário ao Evangelho – Quinta-Feira 04/06/2020

Quinta-feira da 9a semana

Mc 12, 28-34

Clique para ouvir o Evangelho e seu comentário:

Um mestre da lei se aproximou de Jesus. Ele é uma pessoa de boa vontade. Diferente dos outros que queriam somente arranjar algum pretexto para o acusar e incriminar, esse doutor da lei deseja realmente escutar e aprender de Jesus.

A pergunta desse mestre da lei se refere ao primeiro de todos os mandamentos e pode ser desdobrada em outras: é preciso cumprir todos os mandamentos? Esses mandamentos podem ser sintetizados e reduzidos a poucos preceitos? Pode ser sintetizado em um só mandamento?

A pergunta do mestre da lei, ganha ainda mais significado quando tomamos ciência de que a tradição rabínica da época contou 613 preceitos: destes 365 eram proibições e 248 eram mandamentos.

Jesus não responde à pergunta como uma questão teórica puramente intelectual. Para Jesus, saber qual é o primeiro dos mandamentos é uma questão de vida e não uma questão teórica. Amar a Deus e amar o próximo para Jesus não é simples questão escolar. Ao contrário constitui a vida de Jesus: Ele ama a Deus e o próximo! Ninguém amou como Ele. Ninguém cumpriu o duplo mandamento do amor como Jesus! Somente Jesus viveu esse duplo mandamento em modo tão perfeito: o amor a Deus e o amor ao próximo o levou a dar a vida na cruz.

Por Dom Julio Endi Akamine SAC

Veja mais em: Biografia / Agenda do Arcebispo / Palavra do Pastor / Youtube / Redes Sociais