Comentário ao Evangelho – Quarta-feira 27/04/2022

Quarta-feira da 2ª semana da Páscoa

At 5,17-26

Clique para ouvir o Evangelho e seu comentário:

Pela segunda vez os apóstolos são presos pelos saduceus no templo. Na primeira vez, a mais altas autoridades do templo e do povo tinham imposto a proibição de pregar sobre a ressurreição de Cristo. Os apóstolos são réus reincidentes e por isso são conduzidos de novo para a prisão para depois serem formalmente acusados.

Era de se esperar. Pedro tinha já dito que, quando há contradição, deve-se obedecer antes a Deus do que aos homens.

Os apóstolos são colocados na prisão. O Sinédrio se reúne no dia seguinte e as autoridades máximas mais uma vez se reúnem para acusar formalmente os apóstolos. Quando mandam trazer os prisioneiros, os soldados voltam dizendo que encontraram a prisão em ordem e os guardas a seus postos, mas que não tinham encontrado os apóstolos. São dadas outras ordens, acontecem outras idas e vindas, até que os guardas do templo encontram os apóstolos exatamente onde as autoridades não queriam que estivessem.

A lição disso tudo é de que quando Deus quer que algo aconteça, toda a oposição humana acaba sendo inútil e até ridícula. Uma vez que Deus queria que os apóstolos continuassem a testemunhar a ressurreição e ensinar o povo, toda a resistência à vontade de Deus em vez de ser um obstáculo acabava, mesmo a contragosto, servindo para dar ainda mais publicidade ao Evangelho de Jesus.

 

Por Dom Julio Endi Akamine SAC

Veja mais em: Biografia / Agenda do Arcebispo / Palavra do Pastor / Youtube / Redes Sociais

 

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Siga nossas Redes Sociais:

CONTATO

Av. Dr. Eugênio Salerno, 100
Vila Santa Terezinha, Sorocaba – SP
CEP: 18035-430
Telefone: (15) 3221-6880