Comentário ao Evangelho – Quarta-feira 18/03/2020

3ª Semana da Quaresma – ANO A

Mt5,17-19

 

Clique para ouvir o Evangelho e seu comentário:

 

São Paulo escreve em relação à lei: “Cristo nos libertou para que sejamos livres; não vos deixeis, portanto, vos impor o jugo da escravidão” (Gl 5,1). Hoje Jesus nos fala que não veio abolir a lei, mas dar-lhe pleno cumprimento. Assim parece haver uma contradição: Paulo proclamou o fim da lei, e Jesus afirma o seu cumprimento em todos os detalhes.

Jesus quer nos dar a liberdade verdadeira, que consiste no viver o amor. Ora, para viver no amor é necessário aprender a obediência: nela se encontra a verdade do amor e a verdadeira liberdade. Por isso Cristo insiste em dizer que Ele não veio abolir a lei, mas dar-lhe pleno cumprimento: a verdadeira liberdade não se alcança subtraindo-se da lei, mas descendo à sua profundeza.

Estamos perto do tempo da Paixão do Senhor: é o tempo em que Jesus “aprendeu a obediência pelas coisas que sofreu” (Hb 5,8), tornando-se assim homem perfeitamente livre na ressurreição. “Eu amo o Pai e faço sempre a sua vontade”: por isso Ele se dirige à Paixão e leva a cumprimento a lei através da obediência até a morte de cruz.

Ora, Jesus quer que a lei se cumpra em nós. Por isso ele mesmo a cumpre em nós com sua força. É Jesus que faz da vontade do Pai nosso alimento, assim como ela foi seu alimento. “Não aquilo que eu quero, mas aquilo que tu queres”: esta é a via cristã da verdadeira liberdade.

Ver, sentir compaixão e cuidar serão os verbos de ação que nos conduzirão no tempo quaresmal (Texto-base, CF 2020, 19).

 

Por Dom Julio Endi Akamine SAC

 

Veja mais em: Biografia / Agenda do Arcebispo / Palavra do Pastor / Youtube / Redes Sociais

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Siga nossas Redes Sociais:

CONTATO

Av. Dr. Eugênio Salerno, 100
Vila Santa Terezinha, Sorocaba – SP
CEP: 18035-430
Telefone: (15) 3221-6880