Comentário ao Evangelho – Quarta-feira 07/09/2022

4ªf. da 23ª semana TC

1Cor 7,25-31

Clique para ouvir o Evangelho e seu comentário:

As palavras de Paulo devem ser entendidas como uma exortação a uma grande esperança. De fato, “o tempo abreviou-se”. Isso quer dizer que uma grande esperança está próxima, que o Reino de Deus está perto e, por isso, todas as outras realidades perdem a sua consistência frente à essa grande realidade que se avizinha e que já possuímos na esperança.

O tempo abreviou-se”. Como quando brilha o sol, todas as luzem perdem o seu esplendor, assim todas as alegrias e as tristezas desta vida mortal perdem a sua consistência, quando vivemos a grande esperança cristã. Por isso, Paulo pode afirmar: “os que têm mulher vivam como se não tivessem; os que choram, como se não chorassem; e os que estão alegres, como se não estivessem alegres; os que fazem compras, como se não estivessem adquirindo coisa alguma; e os que tiram proveito do mundo, como se não aproveitassem, pois passa a figura deste mundo”.

As nossas tristezas e também as nossas maiores alegrias desta vida terrena se relativizam, porque elas são como que absorvidas pela grande esperança que se aproxima. O Senhor está próximo.

A esperança cristã nos faz fortes quando sofremos com as tristezas, e nos faz temperantes quando estamos na alegria. Na tristeza não caímos na depressão, na alegria não nos lançamos na euforia.

Por Dom Julio Endi Akamine SAC

Veja mais em: Biografia / Agenda do Arcebispo / Palavra do Pastor / Youtube / Redes Sociais

 

 

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Siga nossas Redes Sociais:

CONTATO

Av. Dr. Eugênio Salerno, 100
Vila Santa Terezinha, Sorocaba – SP
CEP: 18035-430
Telefone: (15) 3221-6880