Comentário ao Evangelho – Quarta-feira 05/02/2020

4ª Semana do Tempo Comum – ANO A

Mc 6,1-6

 

Clique para ouvir o Evangelho e seu comentário:

 

Jesus foi à Nazaré, sua terra, o lugar onde ele viveu e cresceu. Ele está entre os seus. Esse episódio tem muito a nos ensinar porque muitas vezes nos consideramos familiares a Jesus e por isso podemos assumir o mesmo comportamento dos nazarenos. Se o evangelho nos narrou este incidente da rejeição das pessoas mais familiares a Jesus foi para nos prevenir e acautelar.

Os nazarenos não creem em Jesus, e Jesus se admira com a incredulidade deles. Eles estavam habituados demais com Jesus. Eles tinham visto Jesus convivendo com eles por trinta anos, eles conheciam bem a família dele, acompanharam Jesus desde a sua infância, passando pela adolescência e juventude até há pouco tempo. Eles o viram trabalhar com José, o carpinteiro. Por isso eles não conseguem se abrir para a novidade de Deus e do Evangelho. Tudo o que eles conhecem de Jesus é um obstáculo para eles esperarem algo a mais de Jesus. É essa incapacidade que os leva a incredulidade.

Podemos também nós estarmos muito habituados a Jesus. Nós temos ouvido falar dele desde a infância, estudamos muita coisa sobre Jesus, e estamos satisfeitos com essa rotina. Por isso, quando Jesus age de maneira inesperada, nós nos opomos e nos rebelamos. Não aceitamos que Jesus se comporte de modo diferente daquele modo com que nós estávamos habituados. Nós reduzimos, assim, Jesus ao que nós queremos que Ele seja; nós colocamos Jesus dentro de um quadro de comportamento do qual Ele não pode sair mais. No fim das contas, nós pretendemos controlar Jesus e o enquadramos dentro do que nós imaginamos que ele seja e pode fazer.

É preciso deixar Deus ser Deus. É preciso deixar Jesus ser Jesus, e não pretender, como os nazarenos, enquadrá-lo dentro de nossos esquemas limitados. Pelo contrário, deixemos que Jesus nos revele toda a sua surpreendente bondade e misericórdia, permitamos que Jesus nos mostre o seu inesperado amor e poder.

Por Dom Julio Endi Akamine SAC

 

Veja mais em: Biografia / Agenda do Arcebispo / Palavra do Pastor / Youtube / Redes Sociais