Comentário ao Evangelho do Dia – 18 de novembro

18/11 – 33º Domingo do TC B

Por Dom Julio Endi Akamine SAC

A linguagem usada por Jesus pode nos assustar. Sua intenção, porém, é colocar em nós a semente de uma esperança que supera todas as desesperanças. Deus decretou não somente dar-nos um mundo melhor, mas um “novo céu e uma nova terra”. Para que venha o novo céu e a nova terra é preciso que passe a terra e o céu atuais. Esse é o sentido da descrição inicial do evangelho de hoje. O “sol vai se escurecer”, já não dará luz nem calor ao mundo. A “lua não brilhará mais”, ela se apagará para sempre. “As estrelas começarão a cair do céu”, uma depois da outra elas desaparecerão do céu. O mundo que parecia tão estável, tão durável, tão imenso irá desmoronar: essas potências do céu “serão abaladas”.

No meio de toda essa escuridão aparecerá o Filho do Homem vindo nas nuvens com grande poder e glória. O novo céu e a nova terra é o próprio Jesus! Com a sua vinda, não haverá outras potências ou impérios. Ninguém, nem nada irá fazer sombra a Ele, que tudo iluminará. Ele reunirá dos quatro cantos da terra os seus eleitos!

É nesse momento que se revelará a realidade! Veremos o valor último do amor. Será feita justiça a todas a vítimas inocentes. Veremos finalmente que viver e trabalhar por um mundo mais humano, mais conforme a vontade de Deus, valeu a pena. O céu e a terra passarão, mas as palavras de Jesus não passarão!

Veja mais em: Biografia / Agenda do Arcebispo / Artigos / Youtube / Redes Sociais

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Siga nossas Redes Sociais:

CONTATO

Av. Dr. Eugênio Salerno, 100
Vila Santa Terezinha, Sorocaba – SP
CEP: 18035-430
Telefone: (15) 3221-6880