Comentário ao Evangelho do Dia – 11 de novembro

11/11 – 32º Domingo TC B

Por Dom Julio Endi Akamine SAC

Jesus diz que o critério de julgamento não é a quantidade, mas a plenitude.

Quantidade e plenitude são coisas diferentes. Amar a Deus “com todo o coração” significa confiar n’Ele, na sua providência, e serví-Lo nos nossos irmãos mais pobres sem esperar nada em troca, não é questão de carteira, mas de coração. Diante das necessidades dos outros, somos chamados a nos privar de algo essencial, não apenas do supérfluo; somos chamados a dar o tempo que nos é indispensável, não só o tempo que sobra; somos chamados a dar imediatamente e sem reserva alguns de nossos talentos, e não depois de tê-los usados para nossas finalidades pessoais ou de grupo.

Peçamos ao Senhor que nos admita na escola desta pobre viúva que Jesus faz subir à cátedra e apresenta como mestra do Evangelho vivo.

Por intercessão de Maria, a mulher pobre que deu a sua vida a Deus por nós, peçamos o dom de um coração pobre, mas rico em uma generosidade alegre e gratuita”. (Papa Francisco, Angelus de 8 de novembro de 2015).

Veja mais em: Biografia / Agenda do Arcebispo / Artigos / Youtube / Redes Sociais

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Siga nossas Redes Sociais:

CONTATO

Av. Dr. Eugênio Salerno, 100
Vila Santa Terezinha, Sorocaba – SP
CEP: 18035-430
Telefone: (15) 3221-6880