Arcebispo de Sorocaba celebra a missa do cadáver na Faculdade de Medicina

A celebração é dedicada à memória das pessoas que, após a morte, contribuíram com seus corpos para o estudo e formação de novos médicos.

Na presença de médicos, estudantes e funcionários, o arcebispo metropolitano de Sorocaba, Dom Julio Endi Akamine, realizou na manhã desta quinta-feira (11), na Faculdade de Medicina e Enfermagem de Sorocaba, a missa do cadáver. A celebração é feita em respeito à memória dos que em vida assinaram em cartório o desejo de doar o próprio corpo para estudos.

Em sua celebração, Dom Julio citou que a morte tem o sentido de “chamar nossa vocação para a vida eterna”. O diretor da faculdade, o médico ginecologista Luiz Ferraz Sampaio, enfatizou que o contrato com o cadáver nos lembra que somos todos iguais.

Confira a Oração ao Cadáver Desconhecido, escrita pelo patologista austríaco Karl Rokitansky (1804 – 1874):

“Ao curvar-te com a lâmina rija de teu bisturi sobre o cadáver desconhecido, lembra-te que este corpo nasceu do amor de duas almas; cresceu embalado pela fé e esperança daquela que em seu seio o agasalhou, sorriu e sonhou os mesmos sonhos das crianças e dos jovens; por certo amou e foi amado e sentiu saudades dos outros que partiram, acalentou um amanhã feliz e agora jaz na fria lousa, sem que por ele tivesse derramado uma lágrima sequer, sem que tivesse uma só prece. Seu nome só Deus o sabe; mas o destino inexorável deu-lhe o poder e a grandeza de servir a humanidade que por ele passou indiferente.”

Por: Adriane Mendes para o Jornal Cruzeiro do Sul/ Foto: Emídio Marques.

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Siga nossas Redes Sociais:

CONTATO

Av. Dr. Eugênio Salerno, 100
Vila Santa Terezinha, Sorocaba – SP
CEP: 18035-430
Telefone: (15) 3221-6880