10 fatos sobre a Missa de cinzas e o início da Quaresma

Na próxima quarta-feira, 6 de março terá início a Quaresma. Abrindo este tempo de reflexão, penitência e conversão está a Quarta-Feira de Cinzas, por isso fizemos uma lista com 10 fatos, entre eles algumas curiosidades, sobre a Missa de cinzas e o início da Quaresma.

 

1. Na Quarta-feira de Cinzas, o cristão recebe uma cruz na fronte com as cinzas obtidas da queima das palmas usadas no Domingo de Ramos do ano anterior;

2. As Cinzas, como um sacramental, vem de longa história bíblica, e era sempre usada em horas de aflição e de penitência. Há várias passagens do Antigo Testamento que nos apontam nessa direção, tais como: 2Sm 13,19; Est 4,1-3; Dn 9,3; Mac 3,47, Jn 3,6, Jd 4,15.

3. O Concílio Vaticano II veio determinar que a imposição das cinzas fosse feita não no início da missa, mas no fim da Liturgia da Palavra, e a cada fiel no ato da imposição das cinzas, se diz: “Convertei-vos e crede no Evangelho”.

4. Quaresma tem duração de quarenta dias, da Quarta-feira de Cinzas até o Domingo da Páscoa. Esse número está ligado: – aos 40 anos em que o Povo de Deus peregrinou pelo deserto em busca da Terra Prometida, – lembra-nos os 40 dias em que o profeta Elias caminhou até a Montanha de Deus, e, – os 40 dias que Jesus permaneceu no deserto em preparação à sua vida pública;

5. Com a imposição das cinzas, a Quaresma mostra nossa condição de peregrinos e de pecadores, necessitados de mudanças profundas, por esse motivo a Igreja no Brasil realiza a Campanha da Fraternidade, lembrando aos fiéis para aproveitar este período para reflexão e mudança de vida;

6. A Campanha da Fraternidade (CF) é coordenada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), neste ano o tema é ‘Fraternidade e Políticas Públicas’. Ao longo dos anos, já foram refletidos sobre 55 temas.

7. Na Igreja primitiva, a Quaresma tinha uma duração variada – eventualmente começava seis semanas (42 dias) antes da Páscoa; eram feitos 36 dias de jejum, os domingos eram excluídos da contagem; se excluem os domingos);

8. No século X, iniciou-se o gesto sensível da imposição das cinzas, realizado não só nos penitentes públicos, mas em todos os fiéis, inclusive os ministros sagrados. Deste modo o dia do início da Quaresma recebeu o nome de quarta-feira de cinzas.

9. Era prática comum em Roma que os penitentes começassem sua penitência pública no primeiro dia de Quaresma. Eles eram salpicados de cinzas, vestidos com saial e obrigados a manter-se longe até que se reconciliassem com a Igreja na Quinta-feira Santa ou a Quinta-feira antes da Páscoa. Quando estas práticas caíram em desuso (do século VIII ao X) o início da temporada penitencial da Quaresma foi simbolizada colocando cinzas nas cabeças de toda a congregação;

10. A Igreja Ortodoxa começa a quaresma desde a segunda-feira anterior e não celebra a Quarta-feira de Cinzas.

Com informações de ACI Digital / Portal A12.com

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Siga nossas Redes Sociais:

CONTATO

Av. Dr. Eugênio Salerno, 100
Vila Santa Terezinha, Sorocaba – SP
CEP: 18035-430
Telefone: (15) 3221-6880